sábado, 2 de julho de 2011

A Rainha Faia

Se o Carvalho é considerado o Grande Rei das Florestas, a Faia leva o título de Rainha. Ambos pertencem à mesma família, a das Fagaceas.  
Assim como o Carvalho, ela é uma árvore ancestral, que pode durar séculos, e chama muito atenção por seu porte majestoso.
É controverso o culto às faias pelos antigos celtas. Ela entra em um dos alfabetos do "ogham", mas não aparece entre as treze árvores do calendário. Isto não a faz ser menos importante, já que, também para outros povos indo-europeus, a faia sempre esteve carregada de simbolismos e muitos cultos à ela foram prestados.
O termo alemão para "letras" (buchstaben), significa "varas de faia". O antigo povo germânico e seus ancestrais usavam essas varas para ler a vontade dos deuses. Na verdade, era um sistema divinatório o qual os sacerdotes lançavam varas e delas interpretavam o que eles chamavam de mensagem divina, uma espécie de búzios ou ogham dos velhos germanos.





O  Dr. Markus Eichhorn, ecologista, nos mostra um pouco mais da Faia no vídeo abaixo:




"A Faia" 
* "The Beech Tree" by Duncan Wyllie 

Esta beleza que está diante de mim,
Incontestada pela luz do dia,
Ou pelos quatro ventos que a rodeiam.
Ela ficou sozinha por muito tempo.
Ofereceu sua força e abrigo
Por tanto tempo.
Se tornou parte, infiltrou-se,
Sempre mudando os campos do tempo.
Esta beleza que está diante de mim,
Tem crescido através dos tempos.
Escondendo segredos nunca contados e,
Até mesmo sua sabedoria parece infiltrar-se através de
Seu colorido sincero,
Raízes que se profundam e se espalham,
Ramos que se alongam como mãos...
Uma visão reconfortante para os espectadores
Que sorriem enquanto

Compreendem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário